segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

"COMISSÃO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS REÚNE EM CASTRO VERDE" - SEM BOMBEIROS

"Realizou-se esta segunda-feira, dia 19 de fevereiro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Castro Verde, a primeira reunião de 2018 da Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios(CMDFCI). A reunião visou a preparação e o delineamento das necessidades de planeamento do Dispositivo Especial de Combate aos incêndios para o concelho de Castro Verde.
Face às novas imposições legais que respeitam os trabalhos de limpeza de terrenos foi objeto de discussão e debate o planeamento e a forma de operacionalização e as ações de notificação e de sensibilização junto da população e dos proprietários.
A reunião contou com a presença da Câmara Municipal de Castro Verde, da Presidente de Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Padrões, do Secretário da União de Freguesias de Castro Verde e Casével, da Autoridade Nacional de Proteção Civil (CDOS Beja), da Guarda Nacional Republicana (SEPNA), do Instituto de Conservação da Natureza e Floresta (Beja) e da REN."

Navegando na página da autarquia deparei-me com esta notícia.
Nada de anormal, não se desse o caso de a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Castro Verde não estar entre os presentes.
Como não acredito que os Bombeiros Castro verde, tendo sido convidados, não comparecessem, tudo me leva a crer que, das duas uma, ou estamos perante uma opção política para encarar a questão sob um novo prima - combate a incêndios sem bombeiros - ou alguém falhou a convocar a Comissão, que aqueles integram.
Em qualquer dos casos, é grave.
É grave que se trate deste assunto "nas costas" dos Bombeiros.
É grave que se esqueçam de convocar os Bombeiros.
É duplamente grave que, perante a constatação de qualquer uma das duas anteriores, não se tenha tomado a iniciativa de adiar a reunião, de forma a que os bombeiros pudessem comparecer e participar no tratamento de um tema no qual são, necessariamente parte interessada.
Enfim ...



Sem comentários:

Enviar um comentário