quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Filinha de Pirilau

Já repararam que esta campanha começou com dois candidatos a Primeiro Ministro e, desde então já vamos em quatro?

Começámos com Sócrates e Manuela a declararem a vitória à partida.

Ao fim de três debates, já Paulo Portas se declarava disposto a ser Primeiro Ministro e no segundo dia de feiras e berrava esganiçadamente que queria o voto dos portugueses para ser Primeiro Ministro.

Hoje já ouvi Louçã a dizer que se sentia preparado para exercer o cargo de Primeiro Ministro.

Já sei que vão dizer:"Lá este gajo a ter um ataque de partidarite aguda".

Não estou. O que Jerónimo de Sousa tem afirmado, desde muito antes desta campanha, é que o PCP e a CDU serão Governo quando o povo português assim o entender, e não quando lhes oferecerem um qualquer acordo embrulhado em tachos.

E não venham com a estória da cassete, não venham a ter que engolir mais uma das piratas.

Sem comentários:

Publicar um comentário