quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Super Ministro da Adminsitração Interna




No entanto, Paulo Portas depressa guardou a viola e o fadinho do Primeiro Ministro e passou a um discurso mais low profile mas, mesmo assim, assustador.

Agora quer que o futuro Governo tenha um Ministro da Administração Interna com poderes de superintender nas preparação da leis referentes à segurança interna, força de segurança e, pasme-se, leis penais.

Um super-ministro com competências mesmo à medida dos fatos muito british de Paulo Portas, e tão à medida que só mesmo ele poderia ocupar o cargo.

E até não é difícil: basta o PS ou o PSD necessitarem dos votos do CDS para ele lá estar caídinho no lugar.
Eis Paulo Portas, esse baluarte da democracia, segurança e justiça portuguesas lado-a-lado com esse outro baluarte da democracia ocidental, Donald Rumsfeld, conhecido mundialmente pela invenção das aramas de destruição maciça do Iraque, e chamado de Mr. H1N1, por ser o dono da farmacêutica que fabrica o TAMIFLU e o dono da maior plantação mundial do seu princípio activo: anis estrelado.

Cá para mim quer estender as competências da sua super-pasta às áreas da economia e saúde.

Sem comentários:

Publicar um comentário