sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Se acham que sim, tudo bem...



A julgar pelo blogue da Concelhia de Castro Verde, os Socialistas cá do burgo andam esfuziantes com os resultados das legislativas de 27 de Setembro, vá-se lá saber porquê.

Cá por mim fiquei boquiaberto com tamanha alegria por tais gritos de vitória (???), apenas comparáveis aos histéricos "vitória extraordinária" proclamados pelo líder no calor da noite eleitoral.

Mas, por favor, confiram a razão da minha admiração, esmiuçando o dito blogue em http://pscastroverde.blogs.sapo.pt/17964.html

Então vejamos, o Partido Socialista teve mais votos a nível nacional, distrital e concelhio, mas:

Tinha uma folgada maioria, deixou de ter, 25 deputados socialistas perderam o lugar para os restantes partidos que estão no Parlamento.

Tinha, a nível nacional, uma folgada margem de votos, que foi reduzida em 500.000 votos, distribuídos pelas outras forças políticas.

Tinha, a nível distrital, uma percentagem de cerca de 51% que ficou reduzida a 34,8%, em consequência da perda de cerca de 16.000 votos, vencendo em apenas 11 concelhos contra os 14 em saíra vitorioso em 2005.

Tinha, no concelho de Castro Verde, um percentagem de cerca de 52% dos votantes, que foi reduzida para cerca de 33%, consequência da perda de 702 votos.
Ficou em primeiro lugar? Ficou. No entanto, os bons resultados estão todos no pretérito, porque os actuais não são tão formosos como isso.
Mas alguém se importa de explicar porque é que os socialistas de Castro Verde estão tão felizes com este panorama?
Se acham que têm motivos para tanto, tudo bem!

Sem comentários:

Publicar um comentário