quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Contar os Dias

Em final de campanha eleitoral, a candidatura do Partido Socialista em Castro Verde tirou mais um coelho da cartola.
Já se sabia que a referida candidatura não tinha, digamos, uma noção muito apurada dos prazos a cumprir entre o projecto e a realização efectiva da obra.
No entanto, esta da agenda dos primeiros 90 dias, leva à conclusão de que, de facto, há um problema para aquelas bandas, ou com as contas ou com as horas.
O rol de 90 acções para 90 dias é realmente espantoso, e irrealista, permitam-me a contradição.
Mas depois de analisar bem a coisa, tive que chegar à conclusão de que se trata de mais uma das acções eleitoraleiras e falaciosas com que esta candidatura tem brindado o povo de Castro Verde.
As contas correctas são estas:
- 90 dias correspondem a 2160 horas;
- 2160 horas correspondem a 270 dias de trabalho (8 horas);
- 270 dias seguidos correspondem a 9 meses;
- Como todos têm o direito a gozar fins-de semana e feriados, esses 270 dias correspondem a mais de 14 meses.
Em conclusão, nos primeiros 15 meses de mandato (porque também há períodos de férias para gozar), no caso de vencerem as eleições de dia 11 de Outubro, os putativos eleitos do Partido Socialista irão brindar os seus eleitores, e o povo de Castro Verde, com reuniões e levantamentos e coisas do género, para além de não terem tempo para a gestão corrente do município e acompanhar o conjunto de obras que se encontram no terreno.
Portanto é tudo uma questão de contas e de tempo.
PS (post scriptum, não o outro): depois de ter escrito o texto acima, é que me lembrei que uma das medidas, presumo que a primeira, será a criação de um Banco de Tempo (extremamente útil para a vida frenética do castrenses), pelo que com tantas horas de voluntariado (???) que esta entidade vai disponibilizar talvez consigam fazer algumas das iniciativas antes da primeira metade do mandato.
Cá para mim, que não arranjo um voluntário que escreva por mim, já não vou apagar o que escrevi, porque fazê-lo seria deitar o tempo gasto pela janela fora.

Sem comentários:

Publicar um comentário