sexta-feira, 29 de maio de 2009

Erro de Casting









Dia 7 de Junho é dia de eleição do Parlamento Europeu.

Vital Moreira foi escolhido por José Sócrates para encabeçar a candidatura socialista ao Parlamento Europeu.
"Nós, Europeus" é o lema que o Partido Socialista escolheu estas eleições europeias.

Desde o momento em que foi apresentado, o candidato socialista só tem sido notícia pelos piores motivos.

Foi o 1.º de Maio e a sua vitimização que, de tão esticada, se virou rapidamente contra o seu autor, logo que os portugueses tomaram consciência do descarado abuso político que se estava a retirar de incidentes lamentáveis.
Foi o caso Lopes da Costa, em que assumiu posição diametralmente oposta à posição oficial do Partido Socialista.
Foi a criação de um imposto europeu que, no seu entender e algo inexplicavelmente, não iria afectar a bolsa dos portugueses, nem dos europeus, presumindo-se que uma qualquer entidade supranatural enviaria a cada um dos europeus um dinheirito para pagar tal taxa.

É agora o encostar o PSD relativamente ao caso BPN, quando o PS tudo faz para afastar do caso Freeport toda e qualquer ligação aos seus dirigentes, o mesmo caso BPN que tem muito de culpa de uma entidade supervisora, presidida por alguém que se paga a si mesmo com um chorudo vencimento para o fazer, e que nada supervisou, e que, até agora foi o único socialista de renome a defender o já referido imposto europeu inventado por Vital Moreira.

É agora o trocar as Pirites Alentejanas pelas Minas de São Domingos, numa perfeita demonstração do quanto a leste da realidade anda o candidato socialista. Dizer, num comício, com entoação de grande conquista, não uma mas por duas vezes, que a mina de São Domingos iria voltar a laborar a partir de Segunda-feira é sinal de três coisas: primeiro que está a fazer campanha eleitoral com a actividade de uma empresa privada, altamente beneficiada pelo governo socialista; segundo, não sabe, e não deve ter muito interesse em saber qual a real situação e o que se passou nas Pirites Alentejanas; terceiro não sabe onde ficam Aljustrel e Mértola, e provavelmente nem sabe que existem, e muito menos sabe que as Minas de São Domingos estão definitivamente desactivadas há décadas.

Disto tudo retira-se que, o lema escolhido para discutir apenas e só os chamados "temas europeus" está posto de parte, porque à parte da pézada do imposto, nada tem falado de relevante em termos europeus.
Mas em termos de políticas nacionais tem demonstrado um profundo desnorte relativamente às posições do PS, um desconhecimento profundo da realidade portuguesa e um completo alheamento das situações criticas porque passam algumas empresas.

Encostar o PSD para tomar posição relativamente aos envolvidos no caso BPN, legítima qualquer portugueses a exigir que o PS tome posição relativamente aos envolvidos, não no caso criminal das luvas e da corrupção, mas na responsabilidade administrativa da autorização do projecto do Freeport nas condições em que a mesma foi concedida.

E se em termos de corrupção não nos podemos pronunciar, já na questão administrativa sabemos o nome dos dois responsáveis principais: José Sócrates e Pedro Silva Pereira, respectivamente Primeiro Ministro e Ministro Adjunto do Primeiro Ministro, Ministro do Ambiente e Secretário de Estado do Ambiente, também respectivamente, à data dos acontecimentos.

Vital Moreira ainda não sabe o que anda a fazer. sabe que quer, e que vai para o Parlamento Europeu, como eurodeputado socialista para defender os interesses de Portugal naquele hemiciclo.

Acho que não sei o que vai para lá fazer, e eu, como português, fico muito preocupado com o que ele irá defender.

Vital Moreira é um estrondoso erro de casting do PS.
Pena é que, democraticamente, venha a ser um erro de casting de Portugal destas europeias.

Sem comentários:

Publicar um comentário